Pular para o conteúdo principal

Diário de bordo #02

Mais uma semana sem artigo novo? Pois é, não vou ser hipócrita e dizer que não trouxe um texto novo por pura e simples falta de tempo. Sim, eu não tive mesmo, mas usei o pouco horário que me sobrou para me dedicar a compromissos pra lá de atrasados e que, a um prazo um pouco mais curto, vai me dar bem mais feedback.

Mas enfim, o que falar esta semana?

A Summer 2011 está no final e eu só terminei de ver Steins;Gate (a incrível arte de não blogar sobre uma série que explodiu minha cabeça por meses) e só terminarei ainda Yuru Yuri. Desculpem os que não conseguem respirar sem assistir pelo menos cinco animes da temporada atual, eu não compartilho dessa filosofia de vida.

A Autumn 2011 está iniciando e nossa, eu não imaginava que teriam tantos animes que as pessoas estariam apostando. Infelizmente, se eu assistir algum deles, serão um ou dois. Fazer o que, nós temos que às vezes fazer escolhas na vida e eu estou neste momento priorizando conteúdo original que eu mesma possa gerar do que simplesmente ficar absorvendo conteúdo externo.

Boas postagens sobre as estréias que virão *eu não decorei nome desses animes aí não* -


O post passado recebeu mais respostas do que eu esperava e, do fundo do meu coração, gostaria de agradecer novamente quem deu ouvidos às minhas palavras de eterno descontentamento com as coisas. Foram opiniões e reflexões sinceras que me deixaram realmente contente. Eu não pretendia realmente que o texto fosse tão focado daquela vez nos meus conflitos internos com a equação escrita+produção+blog+vida+objetivos, mas acho que acabou saindo muito transparente não é?

Mas talvez, talvez, eu esteja chegando a novas conclusões e opiniões que irão decidir, pela última vez, o rumo dos meus projetos pessoais e deste blog também. Sinceramente estou empolgada pela possibilidade de não precisar sentir de novo que ter um blog mal cuidado é um desperdício tremendo, pois ele não será mais mal cuidado.

Mas isso são coisas ainda in off, que com sorte talvez um dia eu possa mostrar neste espaço ^^

O MBB Anikenkai, do colega bakublogger Did Cart, teve esta semana um texto extremamente interessante com questionamentos e críticas sobre reviews, vale muito a pena a leitura - http://www.mbbanikenkai.com/?p=2169

Alias, esta postagem não está parecendo aqueles editais meio diários pessoais, com indicações de coisas interessantes da rede? Bom, desculpem, mas é o melhor que posso fazer em 20 minutos da minha noite de sábado. Mas ainda gosto da ideia.

Enfim, não vou prometer que esta semana eu finalmente traga um artigo da fila. Se trouxer, talvez seja algo envolvendo Yuru Yuri, A-Channel e comparações e análises entre esses "filhos moe de K-On!". Ou quem sabe aquele meu texto parado sobre Tsunderes e o olhar ocidental, ou quem sabe. . .  Enfim, não vou prometer muita coisa, tudo depende do meu rendimento literário nas próximas horas trabalhando em um texto mega atrasado para finalizá-lo, isso sem comentar o trabalho da faculdade de uma disciplina que quase derrete meu cérebro, de tédio.

Chega de falar de mais, não é? Comentem nos artigos de verdade deste blog, eu suei para escrevê-los!

Comentários

  1. Saudações


    Fico feliz em ver (desculpe-me: ler) que estás traçando o objetivo para ti. Se consegui ajudar anteriormente, por mais que tenha sido com algumas palavras, já fico satisfeito também.

    Devo agradecer-lhe pela menção ao texto do meu blog sobre a nova temporada.

    E, desde já, fico no aguardo de seus textos.


    Até mais!

    ResponderExcluir
  2. Bom, acho que eu disse tudo no comentário do outro post, mas tomara que eu também possa ter ajudado, mesmo que só um pouco(vc já me ajudou um pouco tb, mas isso eu já disse ).

    Com relação aos animes, tem sobrado pouco tempo na nossa rotina diária de estudantes/trabalhadores/amigos/namorados/escritores( seu caso)/etc, pra acompanhar tantos animes que vão saindo temporada após temporada. Não sei vcs, mas as vezes tenho que dar um tempo nos animes, cansa um pouco, talvez porque não é sempre que se encontra AQUELE anime, e quando se encontra, não consegue deixar de assistir . A verdade é que poucos são realmente bons, diante da grande quantidade que é anunciada. O jeito é acompanhar o que der ou que chamar mais atenção, contando sempre com as análises e opiniões dos diversos blogs sobre animes. Eu vou acompanhar pelo menos uns quatro dos novos animes.

    Sobre o seu blog(ou blogs), é isso ai mesmo, não tem que ser um fardo. É só você ter em mente qual o seu objetivo e lembrar por que este espaço foi criado(mais fácil falar do que fazer). Vamos esperar qual será sua decisão suprema sobre tudo isso( blogs e projetos pessoais), mas que seja o melhor pra você, no fim das contas!!

    Até a próxima!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

UQ Holder - o novo mangá de Ken Akamatsu começa com tudo!

A estréia de UQ Holder, nova obra de Ken Akamatsu se deu no mês de agosto deste ano de 2013 e foi cercada de grande expectativa: desta vez o mangaká tinha a intenção clara de fazer um mangá de ação desde o princípio.
Talvez no Brasil o trabalho de Ken Akamatsu não seja tão reconhecido quanto poderia. Sua imagem é muito marcada pelos fanservices de Love Hina. Muitos sequer chegaram a ler sua obra seguinte e de maior sucesso comercial: Mahou Sensei Negima. O plot de um menino cercado de 31 garotas também ajudou a aprofundar o preconceito de leitores que (no meu ver pessoal) parecem valorizar demais a sexualidade nos mangás, esquecendo de analisar outros aspectos como a comédia, e, principalmente, a qualidade dos personagens.


Ken Akamatsu é um mestre em criar personagens cativantes e Negima foi um grande sucesso quando conseguiu mesclar a comédia, esses personagens apaixonantes e uma dose de ação crescente. Lutas muito bem desenhadas estão nas páginas da obra de forma cada vez mais cons…

Sobre o que fala Suzumiya Haruhi, afinal?

Suzumiya Haruhi é uma série de light novels que já conta com 10 volumes e o suspense se irão haver novas publicações ou não. A história ficou mais famosa quando se transformou em anime e então a franquia caiu no gosto do público otaku pelos seus clichês cômicos, personagens carismáticos e uma dancinha viciante para viralizar. Porém muitos acabam julgando que a obra não passa de um entretenimento barato para otakus e que não possui nenhuma mensagem intrínseca. O que é um erro e eu vou dizer o motivo:

Qualquer obra, por mais comercial e batida que seja, pode conter em si uma mensagem, talvez supérflua, talvez profunda, mas não é por causa de questões visuais ou estilísticas que deve ser ignorada essa possibilidade.

Vou citar um exemplo de conhecimento mais comum no mundo do entretenimento para deixar mais simples o entendimento.

Matrix, o filme de 1999, é uma história louca sobre pancadaria alucinada entre realidade e mundo digital? Bom, essa pode ser a cara do filme, com seus efeitos …

Comentários sobre Planetes v.1

Olá a todos!
Esse ano de 2015 tem sido muito bom para leitores de mangá que também são leitores de ficção-científica. Grandes anúncios como Akira e o relançamento de Eden (ambos pela Editora JBC) são alguns dos principais nomes desse momentos, mas outros títulos de peso também chegaram às bancas. Esse é o caso de Planetes, mangá de Mokoto Yukimura, autor também de Vinland Saga (ambos publicados pelo selo Planet Mangá, da Panini).
Comentários sobre a trama



Em um futuro próximo, onde o desenvolvimento da exploração espacial já torna possível a construção de estações e bases em alguns pontos do Sitema Solar, em Planetes acompanhamos a vida de Hoshino Hachirota (ou "Hachimaki", como lhe chamam), um jovem astronauta que tem uma das funções de menor glória: lixeiro espacial. Um trabalho exigente e necessário, mas que não é dos mais gratos.
Temos, além de  outros dois tripulantes na nave Toy Box: Yuri Mihairokov, um russo que tem um motivo bastante distinto. Além deles temos a pilo…