Pular para o conteúdo principal

Music Day - Negima (a franquia)

Ken Akamatsu até hoje não teve sorte com as adaptações em anime de suas obras. Ainda que o consenso geral diga que ao menos a versão anime de Love Hina tenha sido passável, nenhuma das adaptações de Mahou Sensei Negima conseguiu chegar próximo à obra original (nem em qualidade técnica, muito menos em fidelidade).

Porém todo "negimático" (como esta blogueira metida a desenhista) sabe muito bem a qualidade incrível que a trilha sonora de quase todas as adaptações de Negima tem. Seja em temas de abertura e encerramento, ou character songs, a verdade é que Negima é um show para os ouvidos (ainda que não seja para os olhos).

Ironia do destino ou não, é com Negima que vamos nos aventurar neste Music Day!



Se você, como muitas pessoas, acabou por não conhecer as trilhas da franquia Negima por causa dos fracassos em formato de anime, essa é a hora de fechar os olhos e abrir bem os ouvidos, pois boas músicas são o que não faltam! Claro, sou extremamente suspeita para falar, pois sou fã, mas vou confessar que 80% do meu amor pela série surgiu por causa exatamente das músicas! (Ou vai ver é só porque sou naturalmente levada pela trilha).

Um pouco de história, por uma negimática (momento depoimento)

Por volta de 2006 as canções da franquia Negima eram tão populares entre seus fãs que existiram sites dedicados somente a hospedagem e divulgação da trilha da série.

Particularmente, Negima foi a única franquia que acompanhei esse fenômeno de "web nicho" naquela época em que não havia um twitter para troca rápida de mensagens ou muita banda de internet no Brasil para muita atividade. Mas ainda assim vi projetos incríveis como o Negima Advanced nascer e morrer, vi a pequena e ainda assim duradoura blogosfera negimática brasileira se sustentar ( o grande Blogima, Kono-ai-Setsu, Negima Kingdom, Mundus Magicus, MNegimabr).

E vocês, já participaram desses movimentos de fãs? Eles ainda acontecem até hoje! Quem disse que comentar e esquecer 10 animes diferentes a cada estação é tão legal?

Voltando às músicas

São tantas músicas boas que vou me contentar em listar as melhores, divididas por série =)

Mahou Sensei Negima - Xebec - 2004 (o anime-desastre)

Ainda que tenha uma qualidade péssima e se perder por completo com a trama ao chegar no primeiro arco de aventuras, em Kyoto, as canções dessa série ficaram tão marcadas que apareceram em versões posteriores.

Happy Material (More Happy Version)

Em pensar que essa música tem outras tantas versões! (Eis uma consequência de tantas personagens). Curioso é que eu acabei por pegar esta música sem saber, mas ela tem as minhas duas personagens favoritas da série - Setsuna e Konoka (já comentei por aqui que eu também faço parte da equipe de um blog chamado..... KONO-ai-SETSU? hehehe)







Kagayaku Kimi He

Ai ai, esa música é doce e contagiante demais. Você é um completo desalmado se não gostar dela! (Impressão minha ou sou sentimental demais nessas postagens musicais?!)
nota: e esses vídeos didáticos ein! uahuahuahau







A-LY-YA!

Tô começando a achar que essa postagem vai ficar gigantesca, afinal, são músicas demais para nao se compartilhar =)
nota 2: caraca, o vídeo agora é de outro canal e também é auto-didático?! XD







Seinaru Sora no Shita De

Falando em Kono-ai-Setsu, como redatora e ficwriter do blog que nasceu por causa das fofas Konoka e Setsuna, não tem como deixar essa música de fora. E, caramba, não é à toa que essa canção ganhava sempre os rankings de melhor tema de personagens, dentro da série.







Oshiete Hoshii Zoo, Shishou

Essa música me lembra meus 18 anos, as primeiras música que conheci exclusivamente pela pesquisa na internet.






Maze of the Dark

Evangeline mostrando todo o seu poder! Eu confesso que treinei ler hiragana muito com a letra dessa música XD







Negima!? - Shaft - 2006 (o nonsense)

1000% Sparking

Eu canto essa música aos gritos (ou quase isso) sempre que escuto (que espetáculo triste. . .)! Alias, "viver a mil por cento" é uma expressão que eu costumo usar como lema de vida e que foi inspirada pelo título dessa música.








Eien no Toki o Koete

O que é essa voz, senhora Junko?! Não teria melhor seyuu para fazer a pomposa(patricinha-pedófila) Ayaka Yukihiro.







Magical Happiness

Uma das música que mais gostei de cantar em cima do palco. Ah vai, [e fofa demais!







Negima Parallel - o Live Action (SIM, eu disse. . . Live Action!)

Sem comentários pela tosquice e bizarrice desse live action, mas as músicas são boas mesmo assim!

Tsuyoku Naare

Essa eu confesso que me empolgo totalmente. Estou fangirl demais ne? (Desculpe, feche a aba ou aguente até o final, porque eu estaria sendo muito falsa se estivesse agindo ponderadamente! Sério, vocês devem saber como é bom gostar muito, de modo até bobo, de uma série que, sinceramente, é bem ruinzinha ^^).

Droga, só encontrei versão do dorama, nem a Full! Bom, pelo menos já dá um gostinho da bizarrice desse divertido live action XD






Negima - OADs

Get a Chance!

Quando eu achava que meu coração negimático já havia esfriado tanto que eu não poderia gostar de novas canções da série (afinal, ainda que as novas versões de Kagayaku Kimi He e Happy Material tenham sido boas, não foram aquele impacto), não é que fui surpreendida? Provavelmente são aquelas paixões juvenis que sempre vão renascer no coração do fã.

Romantico não? Por isso prefiro meu estilo de ver mais passional pelas séries, as lembranças e emoções que ficam são muito mais interessantes do que, por exemplo, assistir Madoka Magica e dizer - é, foi legal demais, próximo. (Esse textos também virou um manifesto agora?!)






E tem ainda muito mais. . .

Chegando ao final desse Music Day. Tive um trabalhão para não colocar umas outras dez músicas que gostaria. Confesso sem medo que esse foi um dos textos mais satisfatórios de escrever e provavelmente o fator nostaugia (ou meu lado NO-NAME, de acordo com o universo Bouken-Ni) pesou muito aqui.

Espero não ter sido chato demais para você que não viu Negima e ainda assim leu isto até o final. E, tenho esperança, de que tenha sido bom para quem gosta também dessas músicas ^^

Até a próxima!

Comentários

  1. Algumas OBSs sobre a postagem! (sou chata! \o/)

    1- A-LY-YA! não é da Xebec, é da Shaft (2°

    Encerramento do Negima!?)

    2- Eu ri da pessoa se corrigindo em OBS no meio do

    vídeo de Oshiete Hoshii Zoo, Shizhou, onde confundiu a

    Eva com a Yue duas vezes (XDD).

    3- Tu sabe que Maze of the Dark não é tema só da

    Evangeline né? É da Chachamaru e dá Sayo também,

    lembra? (Eu consigo diferenciar as vocês na música XD)

    4- É incrível sempre lembrar que a linda voz da Junko

    também é usada pra tantos personagens masculinos como

    Shuugo (.Hack) e Ryoma (Prince of Tennis). Mas a voz

    dela fica muito melhor em personagens "ponposas" como

    a Ayaka ou a Cornelia (Code Geass).

    5- Putz, Tsuyoku Naare é tudo de bom! Mas até que tem

    umas personagens que ficaram mais parecidas, como a

    Mana, a Natsume e a PERFEITA Asakura! O ruim é que tem

    as bizarras, como a Kuu Fei e a Konoka feiinha pacas.

    (E obviamente não dá pra parar de rir com a bizarrice

    da Chachamaru, afinal, é um robô XD)

    6- Não que Get a Chance tenha ficado muito no meu

    coração, mas eu entendo o que quer dizer. Prefiro ser

    uma viciada em Negima sem vergonha alguma de dizer

    isso do que ver milhões de animes da atual temporada

    (não estou acompanhando nenhum). Será que sou igual

    aos fãs de Naruto/Bleach/etc? Bom... pelo menos a

    gente gosta de algo né? (XDD)

    Por fim, foi ótimo voltar a escutar essas músicas que

    ainda são tão queridas por mim!
    Ótimo trabalho!
    E obvio que eu só poderia fazer um comentário grande

    em qualquer lugar se fosse haver com Negima. (XDD)
    Agora é ver o final fail do mangá de Negima! (pra

    terminar a sequência de todas as adaptações com final

    bizarro, acho.. XP)
    Thanks a lot!! \o/

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto de Love sensation, yume minna de, e das váriações de estilo da 1000% sparking( disco, big band, parapara mikusu, reggae, entre outras). Negima é o anime com maior quantidade de músicas boas. Muita coincidência eu cair encontrar esse post, pq hoje mesmo eu tava escutando yuugure sensitive, com a voz da Nodoka. Por causa de Negima, ambos Shaft e xebec( essa tambem por love hina) se tornaram os piores estúdios no meu conceito, ainda bem que ultimamente nao vejo a shaft lançar nada que me interesse ultimamente.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

UQ Holder - o novo mangá de Ken Akamatsu começa com tudo!

A estréia de UQ Holder, nova obra de Ken Akamatsu se deu no mês de agosto deste ano de 2013 e foi cercada de grande expectativa: desta vez o mangaká tinha a intenção clara de fazer um mangá de ação desde o princípio.
Talvez no Brasil o trabalho de Ken Akamatsu não seja tão reconhecido quanto poderia. Sua imagem é muito marcada pelos fanservices de Love Hina. Muitos sequer chegaram a ler sua obra seguinte e de maior sucesso comercial: Mahou Sensei Negima. O plot de um menino cercado de 31 garotas também ajudou a aprofundar o preconceito de leitores que (no meu ver pessoal) parecem valorizar demais a sexualidade nos mangás, esquecendo de analisar outros aspectos como a comédia, e, principalmente, a qualidade dos personagens.


Ken Akamatsu é um mestre em criar personagens cativantes e Negima foi um grande sucesso quando conseguiu mesclar a comédia, esses personagens apaixonantes e uma dose de ação crescente. Lutas muito bem desenhadas estão nas páginas da obra de forma cada vez mais cons…

Sobre o que fala Suzumiya Haruhi, afinal?

Suzumiya Haruhi é uma série de light novels que já conta com 10 volumes e o suspense se irão haver novas publicações ou não. A história ficou mais famosa quando se transformou em anime e então a franquia caiu no gosto do público otaku pelos seus clichês cômicos, personagens carismáticos e uma dancinha viciante para viralizar. Porém muitos acabam julgando que a obra não passa de um entretenimento barato para otakus e que não possui nenhuma mensagem intrínseca. O que é um erro e eu vou dizer o motivo:

Qualquer obra, por mais comercial e batida que seja, pode conter em si uma mensagem, talvez supérflua, talvez profunda, mas não é por causa de questões visuais ou estilísticas que deve ser ignorada essa possibilidade.

Vou citar um exemplo de conhecimento mais comum no mundo do entretenimento para deixar mais simples o entendimento.

Matrix, o filme de 1999, é uma história louca sobre pancadaria alucinada entre realidade e mundo digital? Bom, essa pode ser a cara do filme, com seus efeitos …

Comentários sobre Planetes v.1

Olá a todos!
Esse ano de 2015 tem sido muito bom para leitores de mangá que também são leitores de ficção-científica. Grandes anúncios como Akira e o relançamento de Eden (ambos pela Editora JBC) são alguns dos principais nomes desse momentos, mas outros títulos de peso também chegaram às bancas. Esse é o caso de Planetes, mangá de Mokoto Yukimura, autor também de Vinland Saga (ambos publicados pelo selo Planet Mangá, da Panini).
Comentários sobre a trama



Em um futuro próximo, onde o desenvolvimento da exploração espacial já torna possível a construção de estações e bases em alguns pontos do Sitema Solar, em Planetes acompanhamos a vida de Hoshino Hachirota (ou "Hachimaki", como lhe chamam), um jovem astronauta que tem uma das funções de menor glória: lixeiro espacial. Um trabalho exigente e necessário, mas que não é dos mais gratos.
Temos, além de  outros dois tripulantes na nave Toy Box: Yuri Mihairokov, um russo que tem um motivo bastante distinto. Além deles temos a pilo…